07/10/2008

garçom

Odeio garçom. O porquê não interessa, o fato é que eu não gosto desse povo. O que me conforta é que eu não tô sozinho nesse barco, tem muita gente que compartilha a minha opinião.

Não tem coisa mais irritante que um cara que fica rondando quando eu tô comendo, ouvindo tudo o que a gente fala e sempre leva embora aquele último golinho do guaraná que eu tava guardando pro grand finale. Fora que esses caras estão sempre com a rola na altura da nossa cara. Já vai daí.

Meu bode já começa na hora de chamar o garçom. Você fica duas horas com a mão levantada, implorando a atenção de um filho da puta desses, que com a cara mais lavada do mundo chega só para dizer que essa mesa não é dele, e que o garçom já tá vindo. Pô malandro, se dá pra dizer que não é a sua mesa, já pega o pedido, cacete.

A birra só aumenta quando vou fazer os pedidos. Você pede seu guaraná (sempre ele), e o cara pergunta se é diet. Porra, eu pedi diet? Se eu não falar que quero um guaraná diet, é porque obviamente eu quero o normal, o standard. Caraleo, se eu quiser um guaraná diet, eu peço guaraná diet. Ou ele acha que eu realmente queria diet, mas não tinha a capacidade de pedir? Ó santo salvador, muito obrigado.

Sem falar que neguinho oferece o famoso gelilimão e nem ouve sua resposta. Quando eu invento de pedir “só gelo” então, aí fudeu de vez. Vem um copo vazio com uma fatia de limão dobrada no fundo. E sem gelo, claro.

O trabalho do cidadão é só anotar o que você pediu andar 20 metros e levar para sua mesa. Não pode ser tão difícil assim.

E de uns tempos pra cá, começou uma viadagem sem tamanho: agora tem um garçom que só tira o pedido, outro que só leva os pratos pra mesa, outro que só leva bebidas, e outro que só serve pra buscar o copo com gelo, que veio errado.

Na boa, nem médico é tão especialista assim. “desculpa amigo, mas eu só trato do dedo mindinho da mão esquerda. Mas eu posso te indicar um colega.” Não existe isso, né?

Larguei. Vou passar no Mc.

7 comentários:

Giuliano Giuliani disse...

Garçom e vendedor de loja de shopping devem ter saído na mesma fornada celestial...tenho esse ódio endêmico dos últimos...já notou que os(as) cidadões(ãs) nunca estão por perto quando você precisa e ficam te marcando à la Mineiro quando você tá só dando uma olhada? Fico prostituto da vida quando vou acompanhando minha senhora e o(a) vendedor(a) vem com aqueles papinhos "E pra você, não quer ver nada"?

Servílio disse...

puts! vc tem que trocar uma ideia com meu pai! ele ia dar um explode!

Jeffrey disse...

às vezes eu faço um pedido e o garçom fica oito anos escrevendo no bloquinho. filhô, não é pra me passar a receita do prato, não. escreve logo essa merda aí e leva na cozinha, caralho!

Roberto Kilciauskas disse...

Aproveita que vc tá do lado e me traz um copo d'água?!

pampa disse...

Tem uma padaria perto de casa que os caras resolveram não anotar mais no bloquinho. Porra, os cornos acham que têm memória de elefante? Nós pedimos 4 sandubas diferentes, todos com observações do tipo "o meu sem tomate", "cebola extra", "ao ponto". Você acredita que o filha da puta trouxe TODOS errados??? Puta merda.
Bom, só gostaria de lembrar a todos que não é recomendado zoar garçons porque são eles é dão o comando de "pode sambar o lanche do cara". Não custa nada ser bonzinho pro cara não dar aquela pirocada no seu x-salada, certo?

Jeffrey disse...

pampa, dá o endereço dessa padaria aí. eu sempre peço uma pirocada no meu sanduíche e neguinho nunca acerta...

giuliano giuliani disse...

Última do garçon do clube: pedi um Gatorade de maracujá, o distinto me responde "Nós não trabalhamos com esse sabor, só tangerina, limão e frutas cítricas".
Será efeito da crise econômica? Alguém aí checou a cotação do maracujá na Bovespa?