15/04/2010

Pensar é Foda!

Vossa Mercê
Vossemecê
Vomecê
Vancê
Você

Vc
C


Desde a Dinastia de Borgonha em Portugal até a Dinastia de Bill Gates, em qualquer lugar do planeta, essa foi a evolução da nossa língua.

Não quero aqui falar dos ignorantes por falta de oportunidade. Esses, “mim descope”, não vou julgar, agredir ou desejar a morte (atos comuns neste blog).

Quero aqui falar de você, que teve educação, seu pai pagou a escolinha maternal (onde você levou o primeiro pascú), pagou o judô ou o balé, pagou o inglês, pagou a viagem pra Disney, deu o primeiro carro, pagou a faculdade particular (burro, não entrou na USP), assinou o UOL em 1996, para você ficar ligado na internet desde cedo, assinou banda larga, até chegar aos dias de hoje, em que você, numa evolução de tudo isso, criou sua conta no MSN e no Facebook e chegou até este ícone do pensamento moderno: o Vale Bomba.

Pois é, VOCÊ é um grande filho da puta. Sua mãe não tem nada a ver com isso. Pelo contrário, ela deu todo suporte e carinho, mas VOCÊ não quer pensar. VOCÊ não quer gastar 3 sinapses e um bilionésimo de segundo antes de escrever uma mensagem. VOCÊ não relê nada antes de enviar. VOCÊ, resumidamente, é um preguiçoso do caralho; uma vaca maldita que quando vai perguntar no Facebook se alguma amiguinha vai sair hoje, diz:

“Se vai lá hj?”
“Tô pensando em ir... Se vai tbém?”

Se?
Se??
Se???
Se????
Se?????
Se??????
Se???????


De onde saiu esse S ???? Só pode ter saído de “Sou um grande preguiçoso, filho da puta que não penso antes de escrever”!!!

Caralho!!!

VOCÊ >>> Onde tem uma porra de um S nesta palavra simples e de uso corriqueiro???

Assim não dá! Assim não pode!

Minha pressão sobe cada vez que leio uma merda dessas, desse povo letrado, futuro da nação.

Só me resta registrar aqui minha indignação maior:

Se é um grande filha duma puta!

10 comentários:

Anônimo disse...

A língua portuguesa agradece seu post!!!

Jeffrey Jay disse...

Caro Servílio,
É fácil explicar o motivo que leva uma pessoa a escrever "se" quando quer dizer "você".
Permita-me.
Ocorre que a pessoa que faz isso está naturalmente sentada numa mandioca e friccionando um salame com cada mão, o que dificulta um pouco a digitação e acaba provocando alguns erros.
Sem mais,
Homem-Aranha

guilhermalves disse...

Olha, até entendo a sua indignação que, diag-se de passagem, foi exposta de maneira muita educada neste blog!

Mas, falando nisso, o que realmente me irrita é essa invasão do inglês, principalmente na linguagem de adolescente criado pela vó em apartamento ou algun idiota que trabalha no marketing ou na área financeira de multinacional. PQP, esses energumenos não conseguem completar uma frase sem colocar um "whatever" ou um "outstanding" no meio. VDCPC!!!

Falam que isso é até natural, ou seja, é a evolução da língua e o reflexo da influência de outra cultura. Ou você acha que a língua portuguesa foi inventada pelo Manoel e a Maria em alguma padoca de Lisboa?

Mas não quero nem saber das explicação! Irrita pra c....quando eu ouço um lazarento desses usando essas porras de estrangeirismos.

Desculpe p mau humor!

Renato disse...

Concerteza!!!

michael disse...

amigo-lhes, o que seria VDCPC?

guilhermalves disse...

VDCPC=Vai dá o Cú pra um cavalo!!!

Nana disse...

Pô, como íamos entender esta sigla enorme? Ou eu que tô por fora?
Que preguiça de escrever, hein cidadão!
MECCOSC





(Mas Eu Concordo Com O Seu Comment, pra facilitar procês :))

Luli disse...

Os energúmemos que utilizam estrangeirismos são os os mesmos que utilizam siglas...

(FYI: eu sou uma das energumenas, mas pelo menos não escrevo "se vai")

pampa disse...

Servas, aposto que o JEFF e o MIKE gostaram desse post (chupa, Agro).
Agora é sério: genial.
Falta só um post sobre os adolescentes que "iskrevem axim", "te add", "auhauahuahuahuaa", etc.

Lilian F Gomes disse...

Quase tive um orgasmo lendo seu post!

Vai escrever bem assim lá em casa! Ops, aqui em casa.

Visualmente está perfeito e sua escrita, bem, VOCÊ é bom.